Nosso blog

Travesseiro: Saiba como escolher o melhor

Travesseiro: Saiba como escolher o melhor

Sem categoria Simonetto Porto Alegre 10/08/2017

Já é de conhecimento geral que nós passamos cerca de um terço da nossa vida dormindo. Esse é um momento essencial para que a gente descanse, se recupere e fique renovado. Por isso, é muito importante que o sono seja de qualidade para que tenhamos disposição e uma melhor qualidade de vida. Sendo assim, hoje vamos falar de um dos principais companheiros deste momento: o travesseiro. Muitas pessoas não prestam atenção na hora de escolher esse item importantíssimo e isso acaba prejudicando o sono. Se você está preocupado com a qualidade do seu descanso, então confira abaixo dicas de como escolher o melhor travesseiro!

 

  • Experimente modelos

travesseiro modelos
travesseiro modelos

Uma boa noite de sono garante muito mais que bom humor no dia seguinte, também garante disposição física. Um travesseiro muito baixo pode causar dores no pescoço, enquanto um travesseiro muito alto pode causar dores nas costas. Os duros podem deixar seu corpo dolorido, impedindo o descanso, e a falta de um travesseiro pode prejudicar sua coluna.

Assim, você vai precisar dispor de um pouco de tempo e paciência para experimentar alguns modelos até achar o que mais lhe satisfaz. Parece muito trabalho, mas com certeza o resultado lhe trará muitos benefícios. Não tenha vergonha de experimentar ainda na loja. Os atendentes estão acostumados e, além de você conseguir experimentar mais modelos, você vai ter certeza de que estará levando para casa o melhor travesseiro para você.

 

  • Atente ao material

Travesseiro material
Travesseiro material

São diversas opções de escolha. Os travesseiros da nasa, por exemplo, são feitos com uma espuma viscoelástica que se molda ao corpo e é termossensível, facilitando a circulação sanguínea, distribuindo a pressão e agindo como amortecedor.

Travesseiros feitos com pena de ganso são muito confortáveis e são um dos tipos mais nobres. Se bem cuidados, podem durar até 10 anos. Se ajustam facilmente ao formato da cabeça e evitam o acúmulo de calor. Quem gosta de travesseiros mais rígidos tem dificuldade para se adaptar, pois são extremamente macios.

O travesseiro natural de látex é bem confortável, de toque aveludado, fornecendo um bom apoio em todas as posições. Possui milhares de furos que formam canais de circulação de ar e são laváveis.

Travesseiros de espuma são mais baratos, não são antialérgicos e vão compactando com o tempo, deve ser trocado a cada dois anos.

Há também o Counter Pillow, que tem um formato anatômico, mas como é padrão, talvez não sirva para você.

Depois de analisar o material, veja se o travesseiro é classificado como macio, médio ou firme. Essa classificação também vai modificar a sua experiência.

 

  • Conserve e substitua

Travesseiro conservação
Travesseiro conservação

Para manter seu travesseiro livre de fungos e ácaros, compre uma capa com zíper para mantê-lo protegido. Se seu travesseiro estiver irregular, com ondulações, manchado ou com algum odor, é hora de substituí-lo. O jeito certo de secá-lo, caso molhe, é com vento e luz indireta. Geralmente a vida útil do travesseiro dura cerca de 5 anos, porém, como a maioria dos travesseiros é uma fonte de bactérias, fungos e ácaros, recomenda-se a troca a cada 2 anos (com exceção de alguns travesseiros de plumas e penas que vêm com tratamento que garante mais resistência).

A qualidade do seu sono não é brincadeira e merece seu investimento (tanto de tempo quanto de recurso). Estude os modelos, dê uma olhada nas etiquetas e teste para ver se te agrada. Novamente salientamos a importância de experimentar, para você evitar futuros torcicolos e desconfortos!

 

O que achou das dicas? Já testou algum destes modelos de travesseiros? Compartilhe sua experiência!

 

Veja  também: Cama box: como acertar na escolha

ambiente acolhedor, dormitório, enxoval de cama

Deixe um comentário!